15/01

CNH ficará mais cara com simulador

simulador CNH

Quem deixou ou pretende tirar a carteira nacional de habilitação (CNH) esse ano deve gastar, em média, R$ 200 a mais que no ano passado. Isso graças à resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), que foi instituída no dia 01 de janeiro, prevendo o acréscimo de cinco aulas em um simulador no processo para tirar a carteira de motorista.

Essa norma, que deveria ter entrado em vigor em junho de 2012, foi adiada a pedido das autoescolas. Segundo elas, não seria possível comprar os simuladores até a data definida, uma vez que existem quatro fornecedores das máquinas no País e eles não dariam conta de abastecer os 12 mil CFCs existentes no Brasil.

Outra queixa que vem sendo feita é o alto custo do equipamento, R$ 40 mil, além da falta de comprovação da eficácia das aulas em simuladores.

As aulas no simulador devem ser feitas após o exame médico e as aulas teóricas e antes das aulas práticas, para permitir que o motorista vivencie condições que não encontra sempre nessas últimas.

Assim, os condutores aprenderão desde conceitos básicos, como trocar a marcha, dirigir em subidas e descidas, até situações de risco como neblina, chuva e aquaplanagem.