02/08

O curioso caso da Kombi que anda de lado

Ao longo dos tempos, já vimos diversas modificações incríveis e/ou inusitadas de diversos carros. Quando falamos de clássicos como Fusca e Kombi, a situação fica ainda mais intensa. Basta relembrar os destaques das últimas edições do Festival de Wörthersee ou a Kombi montada com motor Porsche de 400 cv.

Até aí, tudo ia muito bonito, tudo (relativamente) normal. Mas é nesse momento que nossas cabeças explodiram ao deparar com isso:

Exatamente, uma Kombi versão 1976 acelerando literalmente virada!

A bizarrice participou de uma corrida da 24 Horas de LeMons, uma categoria de endurance com corridas nos EUA, Austrália e Nova Zelândia com participação exclusiva para veículos bizarros.

O próprio nome da competição, 24 Hours of LeMons, é um trocadilho que referência à tradicional prova de endurance em LeMans e ao termo “lemon cars”, utilizado para designar carros em baixo estado de conservação. Os veículos participantes podem custar no máximo US$ 500,00.

Mas voltando à Kombi que anda de lado, há um truque no interior do veículo. Não é de fato um motor de um Volkswagen Type 2 que propulsiona a criação. O modelo ganhou motor 1.8 GTI original de VW Rabitt (como o Golf era conhecido nos EUA na época) de 1988, o que garante uma potência de 120 cv e velocidade máxima de 160 km/h.

Feito pelo “lendário” criador da categoria, Speedycop, o modelo recebeu o nome de “Trippy Tippy Hippy Van”, em referência às Kombis hippies e ao design virado. O carro fez 224 voltas recentemente, e você pode ver parte delas no vídeo abaixo. Não dá pra perder!