09/07

#tbt: Márcio Piancastelli – o criador da Brasília

Começamos hoje uma série de posts no Blog da Carbel utilizando a hashtag #tbt (throwbackThursday), a tag da saudade, para lembrarmos do passado que marcou a história da Volkswagen e da indústria automobilística no Brasil.

E começamos a série de forma agridoce, homenageando o designer brasileiro Márcio Lima Piancastelli, responsável pelas formas do SP-1, SP-2 e da Brasília. Piancastelli faleceu no dia 18 de junho, aos 79 anos.

tbt piancastelli brasilia

Nascido em Belo Horizonte, Márcio Piancastelli estudou design de automóveis no estúdio italiano Ghia, em Turim.

Na época, os departamentos brasileiros de desenho das filiais brasileiras das montadoras tinham muito pouca autonomia das matrizes, que permitiam poucas mudanças nos desenhos dos modelos.

Com a venda da Vemag para a Volkswagen em 1967, Piancastelli foi parar na montadora alemã. Na VW, o designer teve como primeira missão a adaptação do modelo 1600 notback. O trabalho de redesenho que resultou no 1600 TL impressionou tanto que o então presidente da Volkswagen Rudolf Leiding deu ao brasileiro e sua equipe um cheque de gratificação pelo trabalho.

Em 1972, a Volkwagen lança SP-1 (que recebeu o nome em homenagem ao estado de São Paulo), com motor 1600 e carburação simples, e o SP-2, de carburação a motor 1700. Os modelos se tornaram “cults”, admirados pelo seu design. Atualmente, o modelo é o único presente no museu da marca, em Wolfsburg, que não foi criado pela equipe alemã de designers da montadora.

tbt piancastelli sp-1

Em 1973, vem a criação mais icônica de Piancastelli. A Brasília surgiu com a ideia de projetar um carro médio e espaço com mecânica a ar. Como a plataforma do Fusca foi considerada curta, a solução foi usar a da Variant. O resultado? Um dos carros mais importantes da história do país.

tbt piancastelli brasilia 2

Fica nossa homenagem a esse grande criador e nossas condolências à família e aos amigos.