17/09

Veículos do Mercosul terão placas unificadas em 2016

Veículos do Mercosul terão placas unificadas em 2016.

Até 2018, as placas veiculares dos países do Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela)serão unificadas. A data para a mudança foi estipulada em 2012, porém, dois anos depois, ainda são poucas as definições sobre o tema.

Como será a padronização

As placas unificadas devem todas ter sete ou oito caracteres, com a abreviação da cidade e do país. O objetivo é que todos os países tenham um design parecido, como na União Europeia. O modo como será feita substituição ainda não está definido. Informações sobre a abreviação de cidades e sobre o seguro obrigatório também não foram determinadas.

Por que a unificação das placas?

Tudo começou em 2010, quando uma discussão girava em torno da facilitação da circulação entre os países do bloco. No dia 27 de agosto deste ano, o Grupo de Trabalho para a Elaboração e Implementação da Patente Mercosul se reuniu na Argentina, em Buenos Aires, e avançou com o projeto. Assim, foi decidido o modelo da placa, os aspectos gráficos e os elementos de segurança. Porém, o projeto ainda deve ser referendado pelo Grupo Mercado Comum antes de ser oficializado e divulgado, mas ainda não há prazo para isso.

De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Venezuela e a Argentina pressionam a aceleração do processo de troca das placas. O sistema de placas dos dois países está praticamente esgotado, e por isso eles querem alterá-lo diretamente para o modelo unificado do Mercosul.