12/05

Virtus já é visto rodando no Brasil

Apresentado no Salão de Genebra em março, pouco foi revelado até agora sobre o Virtus, o novo sedan da Volkswagen desenvolvido para o mercado nacional. Posicionado entre Voyage e Jetta, o modelo só deve ser lançado em 2018 e dividirá a plataforma do Polo, já com retorno confirmado para o Brasil.

Voltado de mistérios, o Virtus enfim foi visto circulando, ainda que camuflado.  Em Genebra ele foi apresentado apenas com o desenho de suas linhas no telão da marca.

Feito em uma versão menor da plataforma MQB, a A0, o sedan deve medir acima de 4,20 metros de comprimento e entre-eixos previsto em 2,56 metros, um significativo aumento de 10 cm em relação ao Voyage, o que gera um espaço maior para as pernas no banco traseiro.

Pelas imagens flagradas, o teto com queda pouco acentuada indica um bom espaço para a cabeça. As fotos também indicam um porta-malas acima dos 500 litros de capacidade. O foco da Volkswagen é oferecer um modelo único para a família, com tecnologias e espaço para a família a um preço competitivo em mercados emergentes.

vw virtus camuflado

Motor

O sedan será equipado com motores da família EA211, com modelos que partem entre do 1.0 MPI de 82 cavalos, que deve aproveitar o baixo peso da base MQB.

O Virtus também terá a opção de 1.0 TSI com turbo e injeção direta. Resta saber se será a configuração usada no up! (105 cv), no Golf (125 cv) ou uma nova versão do propulsor. Com esse motor, dá para esperar uma aceleração de 0 a 100 km/h abaixo dos 10 segundos.

Acabamento interno

A expectativa é que a marca siga o padrão de acabamento utilizado na Europa. Em outras palavras, podemos esperar as linhas horizontais já conhecidas da linha premium da Volkswagen no Brasil, que se estenderam ano passado na família Gol e esse ano no novo up! 2018.

O objetivo da Volkswagen é liderar um segmento hoje dominado por HB20S, Prisma, Cobalt e Honda City.